sábado, maio 27, 2006

Contos Madeirenses

Tenho andado a ler "Contos Madeirenses", organizados por Nelson Veríssimo e com edição da "Campo das Letras". Leio devagar, ao ritmo que faz as descobertas terem mais sabor. Encontro autores que não conhecia e gosto do que vou lendo.
Maximiliano de Azevedo (1850 - 1911) abre o defile de autores, com um conto intitulado "A alemã". Já terminou? Tão pequeno...volto atrás e conto as páginas: sete, afinal. Sorrio e bendigo a sabedoria da Natureza que não confere a todas as coisas o mesmo ritmo de por nós passarem.
Passa rápido tudo aquilo de que se gosta: uma tarde de sol, uma boa conversa, uma flor oferecida e colocada numa jarra, o tempo que as crianças demoram a adormecer quando se lhes conta uma história de princesas. Um bom livro, ou, neste caso, um bom conto.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home