terça-feira, março 07, 2006

Protesto e Canto de Atena


Apetece-me uma daquelas "pausas para poesia" de que já antes falei. Vou até à estante e, sem demora, intuitivamente, retiro o livro "Protesto e Canto de Atena", de Irene Lucília Andrade. Abro-o algures, confiando novamente na intuição, e leio, em silêncio, este poema:

Quando Deus criou os pássaros
disse: ide e voai
e aos homens disse:
ide e dominai as asas

mas os humanos não seriam
perfeitos como as aves
nunca souberam dar às asas
a correcta função da liberdade

construíram gaiolas
para amar os pássaros
e amá-los
foi essa perversa e patética forma
de os ter encarcerados

Deus
dá-me outro dom de imaginar
que não seja
o de reigir palácios gradeados
desamparados simulacros de ninhos
onde o rasgo do olhar se quebra
e a vontade endurece
como os ossos.

(p. 46)


Leio outra vez. Mais uma ainda. E volto a colocar, no seu lugar exacto, "Protesto e Canto de Atena". Ainda bem que acontecem destes acasos: encontrarmos exactamente aquilo de que precisávamos, para sermos um pouco Felizes.

1 Comments:

At 05 março, 2007 22:23, Anonymous Anónimo said...

This is very interesting site... » » »

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home