domingo, dezembro 18, 2005

todo o amor?

Deixo repousar Dona Inês por entre os escombros de todas as suas gerações passadas, deixo-a descansar dentro do livro fechado, deixo-a parar de contar e dormitar um pouco, deixando escapar de vez em quando os habituais reparos à má memória de Alejandro.
Deixo repousar Dona Inês e abro "A criança em ruinas". Outra vez o jogo.

"todo o amor do mundo não foi suficiente porque o amor não serve de nada. ficaram só
os papeis e a tristeza, ficou só a amargura (.......)"
(p.75)

ora pois então. o amor não serve de nada. não? o amor. o amor não serve de nada. não serve não. não serve de nada e é tudo o que eu quero.

1 Comments:

At 05 fevereiro, 2007 09:38, Anonymous Anónimo said...

What a great site Tatu running threw my head Pmi paintball marker positions of sex for pregnant women http://www.eczema-psoriasis.info/Diazepamvaliumtramadol.html Unlock code for blackberry Body kit for toyota car nexium+side+effect Infertility and clomid malpractice and negligence movie Online+master+of+education+course

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home